XANGÔ 01 - CABULA

MEU PAI XANGÔ...HOJE É SEU DIA
XANGÔ...HOJE É SEU DIA

VAMOS BATER A CABEÇA PRO SEU AMALÁ
PEDIR AO PAI PARA NOS AJUDAR


XANGÔ 02 - CABULA

Ó REI DO MUNDO...É REI DO MUNDO
MEU PAI XANGÔ...É REI DO MUNDO

SEU AGODÔ...É REI DO MUNDO
SEU ALAFIM...É REI DO MUNDO...O QUE ELE É

É REI DO MUNDO...Ó REI DO MUNDO

SEU ZAMBARÁ...É REI DO MUNDO
SETE CACHOEIRAS...É REI DO MUNDO

SEU PEDRA LISA...É REI DO MUNDO...O QUE ELE É...É REI DO MUNDO


XANGÔ 03 - CONGO

ELE BRADOU NA ALDEIA
BRADOU NA CACHOEIRA EM NOITE DE LUAR

NO ALTO DA PEDREIRA, ELE VEM TRABALHAR
E VEM NOS AJUDAR

ELE BRADOU NA ALDEIA...CAÔ...CAÔ
ELE VEM DE LÁ...CAÔ...CAÔ

ELE É XANGÔ DA PEDREIRA
ELE NASCEU NA CACHOEIRA
EM NOITE DE LUAR


XANGÔ 04 - CABULA

NO ALTO DA PEDREIRA...XANGÔ ESCREVEU O SEU NOME
ELE É XANGÔ...XANGÔ...XANGÔ AIRÁ...E A SEUS FILHOS ELE VEM ABENÇOAR

XANGÔ É O REI DA PEDREIRA...DEUS DO TROVÃO E DA JUSTIÇA VERDADEIRA
XANGÔ MEU PAI SUA PROTEÇÃO...PARA SEUS FILHOS QUE PEDEM SUA BENÇÃO


XANGÔ 05 - CABULA

KAÔ...KAÔ...KAÔ...XANGÔ EU PAI DE FÉ
MORA A PEDREIRA...TEM NO SEU TRONO UM LEÃO E SEU OXÊ

XANGÔ QUANDO CHEGA NA UMBANDA, TRAZ MALEME QUE É SEU PERDÃO
CUIDA DO NOSSO DESTINO, DANDO SUA PROTEÇÃO

MEU PAI ELE É SÃO JERÔNIMO...TEM O LIVRO E A PENA NA MÃO
É O SANTO DA JUSTIÇA...ELE É REI DO TROVÃO


XANGÔ 06 - CABULA

SALVE SEU SETE PEDREIRAS
SARAVÁ MEU PAI XANGÔ

ELE É DONO DA JUSTIÇA
A BENÇA MEU PAI AGÔ

KAÔ...KAÔ...KAÔ MEU PAI
Ô LÉ LÉ LÉ...MEU PAI É REI...A UMBANDA E NO CANDOMBLÉ

SALVE XANGÔ NA PEDREIRA...SALVE O CURISCO E O TROVÃO
SALVE A PENA DOURADA...Ô SALVE A FORÇA DO LEÃO

Ô SALVE O CÉU...Ô SALVE A TERRA
SALVE PAPAI OXALÁ...SALVE A FORÇA DO MACHADO DO MEU PAI XANGÔ AIRÁ


XANGÔ 07 - CABULA

UMA LINDA PEDRA QUE SURGIU NO MEU CAMINHO
ELA VEM ROLANDO DA PEDREIRA DE MEU PAI XANGÔ

KAÔ...KABECILE MEU PAI XANGÔ
QUE LINDA PEDRA EM MEUS CAMINHOS ELE COLOCOU

Ô SALVE A MORADA DE SEU SETE CACHOEIRAS
 SARAVÁ A GRUTA DE SEU XANGÔ SETE PEDREIRAS

DENTRO DA UMBANDA UM BRADO FORTE ECOOU
SEUS FILHOS BATEM CABEÇA E TOMAM A BENÇA A PAI XANGÔ

REI DA JUSTIÇA...PAI XANGÔ REI DO TROVÃO

ABENÇOE ESSES FILHOS QUE PEDEM SUA PROTEÇÃO


XANGÔ 08 - CONGO

QUANDO ELE GRITA LÁ NO ALTO DA PEDREIRA
A TERRA TREME AO ROMPER DAS TROVOADAS

AS ÁGUAS ROLAM PROS RIOS E CACHOEIRAS
E OS PASSARINHOS VOAM EM REVOADA

E OS NEGROS CANTAM EM SEU LOUVOR
E OS NEGROS CANTAM EM SEU LOUVOR

E TUDO ISSO EM HOMENAGEM A XANGÔ
XANGÔ DE OYÁ...XANGÔ DE ORÔ...YEMANJÁ E OXUM

ÔÔÔ...XANGÔ...ÔÔÔ...XANGÔ


XANGÔ 09 - CABULA

EU QUERO MEU PAI NA UMBANDA
COM MALEMEÊ...COM MALEMEÁ

PARA SALDAR O REI DE UMBANDA AGÔ
KAÔ...KAÔ...KABECILE XANGÔ

MEU PAI XANGÔ...SEU ALAFIM...SEU AGODÔ...SEU AGANJÔ

EU QUERO MEU PAI NA UMBANDA...AGÔ
KAÔ...KAÔ...KABECILE XANGÔ


XANGÔ 10 - CABULA

QUANDO A LUA APARECE...O LEÃO NAS MATAS...RUIVOU
A PASSARADA ESTREMECE...COBRA CORAL PIOU...PIOU...PIOU

SALVE O POVO DE UMBANDA....CHEGOU SEU REI DE UMBANDA
SARAVÁ MEU PAI XANGÔ


XANGÔ 11 - CABULA

O RONCO DA PEDREIRA...ECUOU LÁ NA MATA
ECUOU LÁ NA SERRA...É BRADO DE XANGÔ

QUE CHEGOU CÁ NA TERRA


XANGÔ 12 - CABULA

PEDRA ROLOU PAI XANGÔ
LÁ NA PEDREIRA

Ô FIRMA PONTO, MEU PAI
NA CACHOEIRA


XANGÔ 13 - CABULA

Ô GINO...OLHA A SUA BANDA
Ô GINO...OLHA O SEU GONGÁ

AONDE O ROUXINOL CANTAVA
AONDE XANGÔ MORAVA

ELE É GINO DA COBRA CORAL
ELE É GINO DA COBRA CORAL...CAÔ


XANGÔ 14 - CABULA

EU VI AS PEDRAS ROLAR
CACHOEIRA BRILHAR
DE REPENTE PAROU

MEU PAI XANGÔ LÁ NA PADREIRA
MÃE OXUM NA CACHOEIRA

LÉ...LÉ...LÉ...Ô CAÔ


XANGÔ 15 - CONGO

Ô LÁ NO ALTO DAQUELA PEDREIRA
TEM UM LIVRO QUE É DE XANGÔ

KAÔ...KAÔ...KAÔ KABECILE


XANGÔ 16 - CABULA

MEU PAI SÃO JOÃO BATISTA ELE É XANGÔ
É DONO DO MEU DESTINO ATÉ O FIM

O DIA EM QUE FALTAR A FÉ O MEU SENHOR
QUE CAIA ESSA PEDREIRA SOBRE MIM


XANGÔ 17 - CABULA

DIZEM QUE XANGÔ MORA NA PEDREIRA
MAS NÃO É LÁ, A SUA MORADA VERDADEIRA

XANGÔ MORA NUMA CIDADE DE LUZ
ONDE MORA SANTA BÁRBARA, OXUMARÉ E JESUS


XANGÔ 18 - CABULA

XANGÔ...MEU PAI...DEIXA ESSA PEDREIRA AÍ

UMBANDA TÁ LHE CHAMADO, DEIXA ESSA PEDREIRA AE


XANGÔ 19 - CABULA

QUEM ROLA PEDRA A PEDREIRA É XANGÔ

XANGÔ DO ACARAJÉ...DO ACARAJÉ


XANGÔ 20 - CABULA

XANGÔ COLOCOU PEDRAS NO MEU CAMINHO
MAS NÃO ERA PARA EU PISAR

COM AS PEDRAS QUE XANGÔ ME DAVA, UM LINDO SONHO SE REALIZAVA
COM AS PEDRAS QUE XANGÔ ME DEU...FIZ UMA GRUTA PRA IÊEU

PEDRAS SOBRE PEDRA
CONSEGUI FAZER, UM LINDO CASTELO PARA OXUMARE


XANGÔ 21 - CABULA

ESTAVA OLHANDO A PEDREIRA
E UMA PEDRA ROLOU

ELA VEIO ROLANDO, BATEU EM MEUS PÉS
E SE FEZ UMA FLOR

QUEM FOI QUE DISSE QUE EU NÃO SOU FILHO DE XANGÔ
FILHO DE PAI XANGÔ, NINGUÉM JOGA NO CHÃO

FOI TANTO LÍRIO QUE ENCONTREI NO MEU JARDIM
CADA PEDRA ROLANDO É UM LÍRIO PRA MIM


XANGÔ 22 - CABULA

PEGA NO SEU LIVRO E VAI LER
PEGA NA PENA VAI ESCREVER

CAÔ...CAÔ...SARAVÁ A UMBANDA
SEU ALAFIM...SEU AGODÔ


XANGÔ 23 - CABULA

ERAM DEZ HORAS, QUANDO O SINO TOCAVA
NA MARAMBAIA, CIDADE DA JUREMA

ERAM DEZ HORAS, QUADO O SINO TOCOU
COM LICENÇA DE ZAMBI, SARAVÁ PAI XANGÔ


XANGÔ 24 - CABULA

MACHADINHA DE OURO, É DE OURO, É DE OURO

MACHADINHA QUE CORTA MIRONGA
É MACHADINHA DE XANGÔ


XANGÔ 25 - CABULA

ELE É XANGÔ DAS ALMAS
ELE É FEITO NA ALMAS

Ô ALMAS...Ô MINHAS ALMAS
SEU AGODÔ ! QUE VENHA ME VALER


XANGÔ 26 - CABULA

POR DE TRÁS DAQUELA SERRA
TEM UMA LINDA CACHOEIRA

É DE MEU PAI XANGÔ
QUE ARREBENTOU SETE PEDREIRAS

FOI ÁGUA NASCENDO A FONTE E O ESPINHO DA DOR
DO SEU MEDO ESCONDIDO NASCEU A CORAGEM DE SER VENCEDOR

PUNHAL NA MÃO O PEITO UM ESCUDO MAS FIEL
DE QUEM A TERRA CONCEBEU O CÉU

SÃO SETE PEDREIRAS QUE ELE APRENDEU A QUEBRAR
A FAÍSCA DA FÚRIA NO RAIO DA CHUVA A LUZ DO LUAR

LAVOU O CORPO COM O VINHO AMARGO DO SUOR
E FEZ DO PRÓPRIO BEM DE TODOS MALES TALVEZ O MENOR

 


XANGÔ 27 - CABULA

VEJA QUE PEDREIRA LINDA

É A MORADA DE MEU PAI XANGÔ

ELE É REI DA JUSTIÇA MEU PAI DE FÉ MEU PROTETOR

QUANDO ME ENCONTRO PERDIDO

A ELE EU PEÇO SUA PROTEÇÃO

SINTO LOGO UM GRANDE ALÍVIO

E LHE REZO FIRME UMA ORAÇÃO

ELE É MEU PAI É MEU SENHOR

É MEU BRAÇO FORTE É MEU PAI XANGÔ

ELE É MEU PAI É MEU SENHOR

É MEU BRAÇO FORTE É MEU PROTETOR

UMA OFERENDA EU FAÇO

E LEVO NA PEDREIRA PARA LHE OFERTAR

UM BUQUÊ DE LÍRIOS BRANCOS

UMA GAMELA COM SEU AMALÁ

PEÇO PAZ PARA HUMANIDADE

E QUE TODOS POSSAM SE ENCONTRAR

ESTE É O PEDIDO QUE FAÇO A MEU PAI DE FÉ XANGÔ AIRA

 


XANGÔ 28 - CABULA

XANGÔ MEU REI

SUA COROA QUE RELUZ NO INFINITO

O SEU OXÊ É O SÍMBOLO DIVINO

A IMENSIDÃO ONDE TUDO É TÃO BONITO

XANGÔ NASCEU DO PODER REAL

FILHO DE ORANIÃ UM ALAFIM SEM IGUAL

DE ILÊ IFÉ GRANDE IMPÉRIO ANCESTRAL

PROSPEROU COMO OYÔ EM GRANDE FORÇA VITAL

SAGRADO SEU XÉRE DIVINIZADO

O PODER DA REALEZAE POR TODOS RESPEITADOS

GUERREIRO DA TERRA YORUBÁ

UM GRANDE CONQUISTADOR QUE DESTRONOU AJAÇÁ

ERGUEU SEU PALÁCIO EM COSSÔ

VIVEU HISTÓRIA DE AMOR COM OYÁ OXUM E OBÁ

ACLAMADO REI DE OYÓ FOI COROADO

AO RESSOAR DO TROVÃO E NO SEU FOGO SAGRADO

VALENTE, RESPEITADO E JUSTICEIRO

SEU MACHADO BATE FORTE LANÇA RAIOS TÃO CERTEIROS

NA ÁFRICA REI XANGÔ DE YORUBÁ ASCENDEU PARA ORUM, PODEROSO ORIXÁ

 


XANGÔ 29 - CONGO

MEU PAI XANGÔ JÁ BERIMBOU NA ALDEIA...XANGÔ JÁ BERIMBOU NA ALDEIA


Ô MUHANHA...Ô MUNHANHA...Ô MUNHANHA...Ó MUNHANHA...MUNHANHÊ