Orixás

"MO JUBA OLODUMARE  (Reverenciando o Onipotente)"

Orixás são cultuados como divindades de um plano astral superior, ARUANDA, que na Terra representam às forças da natureza (muitas vezes confundindo-se a força da natureza com o próprio Orixá).

A cada Orixá está associada uma personalidade e um comportamento diante do mundo e com seus filhos, os quais, são seus protegidos e uma parte das emanações do próprio Orixá, presentes no Orí (Cabeça) desses filhos.

Orixá, dentro do culto Umbandista (de uma maneira geral) não são incorporados. O que se vê dentro dos vários terreiros, centros, tendas etc, são as Vibrações desses Orixás, ou seja, de grande força espiritual que trabalham na linha de um determinado Orixá.

Os Mentores são, em muitos casos, a essência dos próprios Orixás manifestada nos médiuns, pois sua força é a emanação pura dos Orixás (ou como alguns dizem: são a vibração virginal dos Orixás). Sendo assim, eles podem incorporar nos médiuns, em seus “cavalos”, e mostram sua presença e sua força em nome de um Orixá. Porém, sua vibração é tão forte, sendo assim ocasiona desprendimento de energia por parte dos médiuns, fazendo com que permaneçam por pouco tempo em Terra.

Trabalham na harmonização do terreiro, e no desenvolvimento e equilíbrio dos médiuns.