O nome OXÓSSI, tem sua origem ligado à lenda africana, ao tempo em que OLÓFIN ODÙDUÀ, Rei de IFÉ, celebrava a festa da colheita dos novos inhames, sem a qual ninguém poderia comer destes alimentos.

No palácio real, todos estavam reunidos em festa, para saborearem os inhames e beber vinho de palma. De repente, um pássaro gigantesco sobrevoou o pessoal e foi pousar na trave mais alta do salão de reunião. Era um pássaro mágico, enviado pelas feticeiras, as "ELÉYE", que o utilizavam em seus nefastos trabalhos. Os participantes da festa estavam apavorados e ameaçaram fugir, quando ODÙDUÀ, mandou que mensageiros fossem em busca dos caçadores mais famosos do reino, e assim vieram:

  • Da Cidade de ILARÊ: OXOTADOTÁ, o caçador das 50 flechas
  • Da Cidade de MORÉ: OXOTOGI, o caçador das 40 flechas
  • Da Cidade de IDÔ: OXOTOGUN, o caçador das 20 flechas
  • Da Cidade de IREMÁ: OXOTOKANXOXO, o caçador de 1 só flecha.

Os três primeiros, muito seguros de si e vaidosos, gastaram todas as flechas fracassando em suas tentativas de atingirem o pássaro mágico.

Chegada a vez de OXOTOKANXOXO, a sua mãe e da qual era o único filho, havia consultado um babalaô (que através do jogo de búzios), lhe disse:

" - Seu filho está a um passo da morte ou da riqueza, faça uma oferenda e a morte tornar-se á riqueza". Então ela ofereceu o sacrifício de uma galinha, colocando-a na estrada e abrindo-lhe o peito, da mesma forma como são feitas as oferendas às feiticeiras e dizendo três vezes: - Que o peito do pássaro receba esta única flecha. O pássaro havia relaxado o encanto para receber a oferenda e ficou sem proteção, instante em que a flecha de OXOTOKANXOXO o atingiu mortalmente.

Então todos passaram a exclamar: OXOWUSI ! OXOWUSI ! , que traduzido quer dizer - É Popular ! É o Adorado!

Com o tempo, o termo "OXOWSI", pela tradição oral passou a ser entendido como OXÓSSI.

FATORES IMPORTANTES DO ORIXÁ

  1. De Ordem Material - Produz caça abundante e como seu irmão OGUM, protege os caçadores
  2. De Ordem Médica - Os caçadores passam grande parte do tempo na floresta e aprendem com OSSANHE, o segredo da cura pelas folhas
  3. De Ordem Social - Os caçadores descobrem novas localidades e tornam-se os senhores do lugar
  4. De Ordem Administrativa - Eram os únicos que se impunham por possuirem armas

CULTO

O culto de OXÓSSI, na África está quase extinto, porém no Brasil e em Cuba é um dos Orixás mais respeitados.

Diz-se na Bahia, que OXÓSSI, foi Rei de Ketu, este país foi saqueado e destruído pelos invasores e os iniciados em seu culto vieram para o Brasil e Cuba, vendidos como escravos. Hoje cultua-se muito mais OXÓSSI, nestes países do que no de sua origem.

DIA DA SEMANA - Quinta-Feira

CONTAS - Em Nação: Azul Esverdeado ou Azul Claro ; Na Umbanda: Verde Folha

SÍMBOLO - Arco e Flecha, em Ferro Forjado

DANÇA - Faz movimentos como se estivesse caçando, dança cadenciado como se orasse ao som da música

COMIDA - Animais: O porco, galinha d´angola, etc, caças em geral ; Vegetais - Quase todas as frutas e sementes

HABITAT - As matas virgens

SAUDAÇÃO - OKÊ ARÔ !

SINCRETISMO - Na Bahia - São Jorge ; No Rio de Janeiro - São Sebastião ; Cuba - São Norberto


O Orixá OXÓSSI, está intimamente ligado ao Orixá OSSANHE, quanto ao domínio das folhas em seus efeitos médicos e litúrgicos.

Existe uma Lenda Brasileira que fala da ligação entre OXÓSSI e OSSANHE, que é a seguinte:

Os três filhos de IEMANJÁ: OXÓSSI, OGUM e EXU tinham as seguintes características: EXU era desobediente e IEMANJÁ o mandou embora. OGUM trabalhava no campo e OXÓSSI caçava nas florestas próximas à casa, que com o trabalho de ambos apresentava-se sempre farta. Mas IEMANJÁ, andava inquieta e resolveu consultar um babalaô, o qual aconselhou-a a não deixar OXÓSSI, embrenhar-se profundamente pela mata, pois poderia encontrar OSSANHE, que através de um feitiço o obrigaria a ficar em sua companhia.

OXÓSSI era muito indenpendente e não ouviu os apelos de IEMANJÁ. Após as caçadas, OXÓSSI e os demais caçadores costumavam reunir-se junto a uma árvore de grande porte chamada IROKÔ, para voltarem juntos. Porém, certo dia, OXÓSSI não reuniu os demais e nem respondeu aos chamados do grupo. Ele havia encontrado OSSANHE, que lhe dera para beber uma poção macerada com certas folhas que provocou em OXÓSSI tal confusão mental que ele não sabia quem era e nem onde morava, daí passou a viver na floresta com OSSANHE. IEMANJÁ ficou desesperada e OGUM saiu a sua procura encontrando-o na mata virgem. OGUM trouxe-o de volta, porém IEMANJÁ não quis receber o filho desobediente. OGUM ficou revoltado com a intransigência de IEMANJÁ, e também deixou a casa, voltando OXÓSSI para a mata e ficou em companhia de OSSANHE.

IEMANJÁ desesperada transformou-se em um Rio chamado OGUM (Não confundir com o Orixá !).

INFLUÊNCIA DO ORIXÁ SOBRE SEUS FILHOS (ARQUETIPO)

Destacam-se por sua nobreza incomum. Aliam inteligência, reflexão e competência ao domínio intelectual e técnico.

São serenos no trato com pessoas e dedicam-se aos compromissos comunitários. Estas características positivas são observadas quando prevalecem a influência pura do Orixá.

As características contrárias ou negativas ocorrem quando prevalecem a vontade individual (livre arbítrio).

OXÓSSI é um Orixá alegre, poderoso e respeitado por sua competência. No domínio místico pela vibratória emanada das matas, fundamento de toda a sabedoria inicial, realiza a caça pela vida e sua preservação através do domínio de argumentos racionais.

É um Orixá que protege os que buscam maior conhecimento científico, principalmente relacionado à saúde e preservação da vida. A vibratória de OXÓSSI, em qualquer ponto de atuação é exuberante e hospitaleira. As frutas oferecidas ao Orixá representam a fonte de energia vital alimentar pura, que necessitamos para percorrermos um caminho saudável durante nossa missão terrena.

Na Umbanda, este Orixá tem sob sua responsabilidade vibratória uma imensa legião de entidades (principalmente caboclos), que prestam uma tarefa caritativa inestimável às pessoas necessitadas do conforto material e espiritual. Sob a aparência humilde com que essas entidades se apresentam passa desapercebido, muitas vezes, o alto grau de espiritualidade que possuem. Seus filhos sabem que jamais serão abandonados e o terão sempre ao seu lado, indicando no sentido de sua flecha o caminho a ser seguido para o alto na busca dos planos espirituais de intensa luminosidade e paz que emana do MÉDIUM SUPREMO (JESUS DE NAZARÉ, O Nosso PAI OXALÁ).

OKÊ ARÔ !