YACY - a Senhora da Noite - após caminhar pelas estradas siderais pontilhadas de estrelas, prepara-se para ceder lugar á GUARACY, que já desponta lá no horizonte distante em sua carruagem de fogo.

Neste momento, de esplendoroso amanhecer, a rosa das campinas oferece ao Senhor do Dia, o diamante líquido que guardou em sua corola - o orvalho da noite - o presente mais puro com que a Natureza brinda ás flores.

GUARACY envia á mata os seus primeiros raios de luz. O irapurú lança o seu canto abrindo a grande sinfonia do amanhecer no que é acompanhado pelos demais pássaros canoros.
Neste cenário de luz e cores, um perfume sutil de flores silvestres chega até a lagoa das pedras verdes ,domínio das virgens-sacerdotizas da JUREMA, que se ajoelham encostando a cabeça no solo em sinal de respeito absoluto ao GRANDE CAÇADOR - OXÓSSI, o Senhor de uma só Flecha - aquele que nunca erra o alvo - que se aproxima em sua
máxima vibração de amor.

Salve OXÓSSI ! Senhor das matas e da caça ! Te rogamos: preserve tuas espécies vegetais que purificam o ar que respiramos e curam os nossos males do corpo e do espírito.

 
Que nunca falte em nossa mesa o alimento indispensável á preservação da vida. Proteja as Nações Indígenas do Nosso Brasil.

Senhor da vida exuberante ! Que a tua vibração de beleza, alegria, fartura e amor á Natureza, alcance a todos os irmãos da Terra, lance a tua Flecha, que nunca erra o alvo, mostrando ao Mundo a direção da Suprema Luz do Universo !

 


OKÊ ARÔ !