Com todo o poder da presença de Deus e do raio do amor eterno. Eu perdôo, perdôo, perdôo, a cada pessoa, lugar, condição ou coisa que me tenha feito mal, de qualquer modo, em qualquer momento, por qualquer razão, e agora envolvo em amor todas as dívidas a mim devidas pela vida.

 

Eu invoco a lei do perdão para mim mesmo e para toda a humanidade pelo mau uso da energia sagrada de Deus. Perdoe-me !


 
E à medida que somos perdoados enviamos uma dívida de amor equilibrar todas as dívidas à vida que alguma vez tenhamos contraído e que ainda estejam sem pagar. Nós somos gratos pela lei do perdão que nos permite amar a vida livre da roda do mau Karma antes que ele possa manifestar-se ou ser sustentado por mais tempo. Nós aceitamos isto no mais do que nos é sagrado